True Love

20151010_sramonte10 de Outubro de 2015, Lisboa, Portugal

Um dos efeitos da maior popularidade de Lisboa como destino de turismo jovem é a importação de hábitos vistos noutros locais.

O Miradouro da Senhora do Monte, que era uma romaria obrigatória de namorados alfacinhas, ampliou o seu magnetismo até aos pares apaixonados de muitas outras latitudes. Com eles, vieram os hábitos. E se este varandim não tem ainda o peso (literalmente!) du Pont des Arts em Paris (na fotografia final) e que não pode ambicionar ultrapassá-lo pela sua exígua dimensão tem pelo menos a vantagem de estar assente sobre um morro sólido, não correndo o risco de cair por excesso de amor.

Aliás, só mesmo o primeiro aguaceiro do Outono com chuva batida por ventos agrestes* foi capaz de afugentar o corrupio constante de romeiros ao monte do amor…

Ne sequência da fotografia e do postTrue Blue“, o título “True Love” ressoou-me como um encadeamento tão ridículo (como todas as cartas de amor) quão lógico!

20100828_pontdesarts28 de Agosto de 2010, Pont des Arts, Paris, França

*Nota meteorológica (e pouco romântica): o Miradouro da Senhora do Monte está virado a Sul-Sudoeste, coincidindo com o quadrante mais comum das chuvas de baixas pressões em Lisboa. Nesta hora, o vento soprava a 35km/h com rajadas acima de 50km/h.

Anúncios

Deixe uma resposta - Leave a Reply

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s