Die bunten Waldër im Herbst

20101009_montreal3

9 de Outubro de 2010, Montréal, Québec, Canada

Nos finais do séx XX aprendi os rudimentos da língua alemã no Goethe-Institut de Lisboa. No segundo ano lectivo, tivemos uma jovem professora do norte da Alemanha com traços eslavos (parte da família fugira da Estónia após 1945) e com a pele tão nívea que parecia translúcida. Apesar de não poder ir à praia e passar parte do ano sob a protecção de um enorme chapéu de palha, adorava Lisboa e era cá que queria radicar-se e criar o filho que até já andava na escola.

Nas primeiras semanas de aulas, estávamos a praticar os adjectivos com a proposta do tema: quais são as coisas que gostamos na Alemanha? E, a cada resposta, ela abanava a cabeça e dizia “Ich mag es nicht!” (não presta, não gosto). Eu senti saudades de Munique e da Baviera, fotografada em “O Inverno está a chegar” e em “Jardim no Outono“, e dos passeios no Englischer Garten e nas margens do Isar, fazendo estalar as folhas sob os meus passos e saiu-me “Ich mag die bunten Waldër im Herbst!” Os olhos dela iluminaram-se e exclamou “Das mag ich! Das ist schön!” e, por um longo momento, ela sonhou com o seu país.

A cada novo Outono, onde quer que esteja, a minha sensação é a mesma: Ich mag die bunten Waldër im Herbst. Esta fotografia foi tirada do outro lado do Atlântico e as cores de Outono permanecem um tema recorrente na minha fotografia.

Anúncios

Deixe uma resposta - Leave a Reply

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s